July 14, 2010

Prada Feelings



Vitrine da Prada na Old Bond Street em Londres. | Prada Store in Old Bond Street, London.

PRADA PARA DIABOS

Para alguns, a italiana Prada é a marca que te desperta o desejo por algo que já existia, mas você não sabia que queria. Para outros, ela é vista como a marca que mais é copiada (reza a lenda, que as “roupas da Prada" chegam antes à Zara do que às próprias lojas da marca, entende?)... Pra mim, a Prada é a marca que dá uma TAPA NA SUA CARA, é a marca que faz você ficar chocado, aflito e feliz de ver coisas feitas e refeitas. Para entendê-la melhor seria necessário acompanhá-la por um tempo, é que as ideias de Miuccia Prada, diretora criativa e dona, são completamente diferentes a cada temporada, claro que sem perder a sua essência.

Então a Prada vem propondo idéias extremamente transgressoras e impossíveis: aí ela dá uma TAPA NA CARA de todo mundo, que fica chocado e inutilmente se perguntando o que seria aquilo. Isso vai ser usado? Isso vende?... E vende, mesmo... Daí na temporada seguinte ela propõe algo clássico, e os transgressores, que amaram as ideias passadas, ficam abismados se perguntando o que de interessante tem ali e onde está a tal da inovação: dessa vez o TAPA NA CARA é aquilo que não vem... Mas na temporada seguinte, ela evidencia o que é feio (e o que é feio mesmo?): outro TAPA NA CARA!... Depois vem algo lindo (e o que é lindo?): TAPA NA CARA!... Depois, vem para agradar os jovens: TAPA NA CARA! Em seguida volta pro clássico: TAPA NA CARA de novo! E no final das contas a Prada agrada àqueles que não desistem e há tempos vem conhecendo as ideias dessa marca que gosta de brincar e provocar seus consumidores: ela é para quem gosta de emoções, para diabinhos.

A Prada não quer saber se aquela roupa pra macho tá muito feminina, ela quer atentar seus tabus e saber se você é macho o suficiente para tanto. A Prada não quer saber se aquele sapato desconfortável vai agradar às mulheres, ela quer provocar suas ideias pacatas. Ela é chique e séria, mas sem se levar a sério. É desejada, mas não está nem aí se você a quer.

Eu acho mesmo é que a Sra. Prada deve ficar lá no backstage morrendo de rir da cara boba de todos e todas. Rindo por mostrar a todos que evolução é o que importa aqui, que provocar é fácil e rindo mais ainda, porque os cofres do grupo Prada só engordam, pois no final das contas, ela sai ganhando e muito.

As melhores coleções: Primavera Verão 2008 MASCULINO e FEMININO e Outono Inverno 2008 MASCULINO e FEMININO.
Mais Prada no SITE OFICIAL e AQUI.


PRADA FOR DEVILS

Some people would say that the Italian Prada is the brand that makes you want something that you already know, but didn’t know you wanted. For others it is seen as the most copied brand ever. (Rumors says that  “Prada clothes” arrive first on Zara's than at Prada’s Stores, do you get it?)… For me, Prada is the brand that BLOWS YOUR MIND, is the brand that makes you feel shocked, upset and happy of seeing things done and redone. For a better understanding it would be necessary to follow it for some time, because the ideas of its creative director and owner, Miuccia Prada, are completely different every new season, without losing its personality, of course.

So once Prada comes proposing extremely transgressive and impossible ideas: then it BLOWS YOUR MIND and everybody looks shocked and start asking themselves what the hell is that. Is it possible to wear? Does it sell?... And it does sell, a lot... So, on the following season, it proposes something classic, killing the vanguard group who loved the last ideas and stay appalled trying to understand what is interesting there and where are the innovations: this time the “BLOW YOUR MIND” is what hasn’t come… Then, in the next season, it shows us what is ugly (but what is ugly?): another “BLOW YOUR MIND”!... So next comes something really beautiful (and what is beautiful?): again it BLOWS YOUR MIND!... And then comes what to please teens: BLOWING YOUR MIND! And later it comes back to basics: BLOWING YOUR MIND again! In the end, Prada pleases the ones who never give up and enjoy absolving ideas proposed by this label whose likes to provoke its costumers: for those who look for emotions, for little devils.

It doesn’t matter for Prada if that male clothing is too feminine, it wants to provoke your taboos and know if you are man enough for it. Prada doesn’t care if those uncomfortable shoes are going to be appreciated by the women, it wants to bother their sleepy ideas. It is chic and serious without taking itself seriously. It is desired, but doesn’t give a damn if you want it or not.

Actually I think Mrs. Prada laughs a lot in the backstage watching the everybody’s fool faces looking at her last collection. Laughing for showing to everybody that evolution is what actually matters and how easy it is to provoke minds and laughing even more because her Prada group gets richer. Yes, in the end she gets more.

Best collections: SS 2008 MENSWEAR and WOMENSWEAR and FW 2008 MENSWEAR and WOMENSWEAR.
More Prada on the OFFICIAL WEBSITE and HERE.

M.